10 curiosidades sobre a dupla sertaneja Jorge e Mateus

Jorge e Mateus

As músicas da dupla Jorge e Mateus estão entre as mais tocadas nas rádios brasileiras e entre as mais baixadas e acessadas da Internet. Ambos são da cidade de Itumbiara, localizada no interior do estado de Goías. Jorge Alves Barcelos e Mateus Pedro Liduário de Oliveira conquistaram fãs por todo o Brasil e se tornaram  a principal dupla sertaneja da atualidade.

A seguir veja 10 curiosidades sobre eles:

1- Jorge e Mateus cantavam separadamente e através de alguns amigos em comum se conheceram.

2- Antes da fama, Mateus cursava Agronomia e Jorge Direito.

3- Mateus torce para o Flamengo e Jorge para o Corinthians.

4- O perfume preferido do Mateus é Ferrari e do Jorge é o Polo Black.

5- A música preferida do Jorge é “Querendo te amar”

6- A música preferida do Mateus é “Traz ela de volta para mim.”

7- Jorge é Espírita.

8- Mateus adora jiu-jitsu e futebol.

9- No início a dupla se apresentava como “Jorge e Mateus Pedro.”

10- Jorge deu o primeiro beijo com 9 anos de idade e Mateus com 11 anos de idade.

Na atualidade essa dupla é considerada uma das mais bem sucedidas no Brasil. São responsáveis por grande parte dos sucessos do sertanejo universitario. Entre suas principais composições estão:

Logo eu

Amo noite e dia

Calma

Nocaute

Flor

Ai ja era

A hora é agora

e muitas outras mais.

Seu último DVD foi gravado em um dos palcos mais renomeados da musica, o Royal Albert Hall, em Londres na Inglaterra. Algo que nenhum artista brasileiro tinha conseguido antes.

Atualmente lançaram sua produção “Os anjos cantam”. Um trabalho que parece ser mais conceitual e talvez o mais especial na trajetória desses dois grandes músicos.

“Selecionamos o repertório com calma, escolhendo músicas que passam a nossa verdade. Por ser um CD de estúdio, tivemos um tempo maior para concebê-lo, o que permitiu pensarmos em cada faixa com mais cuidado e carinho. Este projeto marca uma etapa importante da nossa carreira, pois, sem dúvida, é um dos melhores que já fizemos”, contam os goianos.

Matérias relacionadas